--




Apresentação

Paraguaçu: rio grande
A ANPAP “entre” as cidades de São Felix e Cachoeira


A imagem da água marca o 19º Encontro da ANPAP que tem como tema “Entre Territórios”. A água como elemento fluido e transparente, que promove um curso provido de margens distintas e permite visualizar neste local escolhido para realização do Evento, a conjugação do passado e do presente, da regionalidade e da universalidade, da chegada e da partida de inúmeros grupos étnicos. A figura central do Paraguaçu e seus afluentes: Capivari, Jacuipe e Tupim cruzam o imaginário deste momento que tem como meta principal, congregar investigadores em artes visuais procedentes de diversas regiões do Brasil e também de outros países, cujas pesquisas vêm sendo registradas nas realizações dos  Encontros da ANPAP que teve sua gênese em 1987.

Nesta oportunidade, reunem-se no Centro de Artes, Humanidades e Letras da Universidade Federal do Recôncavo da Bahia, pesquisadores de cinco comitês: Poéticas Artísticas, História, Teoria e Crítica da Arte, Educação em Artes Visuais, Patrimônio, Conservação e Restauro e Curadoria, além dos convidados estrangeiros da Universidade Politécnica de Valencia / Espanha - UPV e Universidade da África do Sul / Pretória - UNISA, bolsistas PIBIC, mestrandos e doutorandos com os seus respectivos orientadores e uma comunidade expressiva na categoria de ouvintes.

As diversas origens de territórios em áreas de pesquisas de quarenta e cinco universidades distintas sinalizam pluralidades, e fornecem pontos de deslocamentos ou entrelaçamentos podendo exigir reflexões intermediárias: “entre”. Na concepção de Milton Santos, esses diversos ritmos territoriais, caracterizam-se por singularidades espaciais, as que por sua vez são resultantes de um tempo histórico e de um tempo de coexistências.

Este território de trocas se instaura fortemente nas linguagens artísticas contemporâneas, cuja natureza vêm-se mostrando como um entre lugares, propicio as trocas internas e externas. Neste processo ressignificam-se repertórios, revitaliza-se o fazer artístico, em suas diversas dimensões, sejam elas tangíveis ou intangíveis, tendo o imanente como condição. É na base territorial que tudo acontece, mesmo as configurações e reconfigurações mundiais, referenciando mais uma vez Milton Santos. Nesta edição foram selecionados duzentos e vinte sete artigos, através do impecável trabalho dos membros do Conselho Editorial. Conforme estabelecido na assembléia geral dos Associados presentes no 18º Encontro Nacional, os mesmos foram distribuídos para suas apresentações, em três modalidades: Mostra presencial em Painéis para não associados em co-autoria ou não com associados, Mesas Temáticas e Comunicação oral para associados. Estas modalidades objetivam propiciar um melhor aproveitamento das jornadas de trabalho no compartilhamento das experiências e possibilitar um tempo para discussão, um desejo há muito manifestado por todos que vêm participando dos Encontros.

Outrossim, marcando a expansão do “entre territórios” deste 19º Encontro, abre-se o evento com uma palestra temática homenageando-se uma das fundadoras da ANPAP, a Professora Doutora Maria Amélia Bulhões, docente do Programa de Pós-Graduação em Artes Visuais da Universidade Federal de Rio Grande do Sul – UFRGS. Contamos também com a presença das convidadas estrangeiras, as pesquisadoras, Maribel Domenech e Célia de Villiers, procedentes respectivamente da UPV/Espanha e da UNISA / África do Sul, as quais se somam na abertura das Mesas Temáticas, com as pesquisadoras Doutoras Ana Mae (USP) e Sandra Rey (UFRGS), ambas associadas da ANPAP.

Considerando-se o contexto da região apresenta-se na programação cultural a mostra “Entre Folhas”, sediada no Centro Cultural Dannemann, com a curadoria do pesquisador, Ayrson Heráclito (UFRB), e a mostra “O vôo do poeta Damário da Cruz” organizada pela pesquisadora Graça Ramos (UFBA) no Pouso da Palavra, ambos, membros associados da nossa Associação.

Sob estas considerações, agradecemos inicialmente o apoio institucional do Prof. Dr. Roaleno Amâncio Ribeiro Costa, diretor da Escola de Belas Artes da Universidade Federal da Bahia e o acolhimento do Programa de Pós Graduação em Artes Visuais. Manifestamos um agradecimento especial ao Centro de Artes, Humanidades e Letras da Universidade Federal do Recôncavo da Bahia, através dos Professores Danillo Silva Barata e Ayrson Heráclito, ao Magnífico Sr. Paulo Gabriel Nacif, Reitor da Universidade Federal do Reconcâvo da Bahia e ao Diretor da Unidade, Prof. Dr. Xavier Gilles Vatin, pela credibilidade e possibilidades oferecidas para a realização do Encontro.

Ressaltamos, também, a parceria com o Centro Cultural Dannemann , bem como a importância da composição da nossa Diretoria que propiciou, não apenas uma maior visibilidade das nossas especificidades e o fortalecimento das regionais do nordeste, mais também, a ação da Anpap em outros espaços, cuja apropriação fará possível a territorialização daqueles, configurando novas articulações no devir de seus desenvolvimentos.

É significativo pontuar, ainda, o patrocínio do CNPq, CAPES, FAPESB e FASPEP; a presença constante da nossa estagiária Nicole Avillez; a parceria incondicional de Didonet Thomaz no anpapinforma; o trabalho atento da Comissão de reformulação do regimento da associação, em particular, a Profª. Drª Sandra Makowiecky; a competência do núcleo de design aqui representado por Laís Andrade; a colaboração dos monitores (UFBA/UFRB) e dos mestrandos do PPGAV; o apoio dos docentes e funcionários da EBA que abraçaram o nosso Núcleo, e essencialmente, a confiança dos antigos e novos pesquisadores que adentrarão este ano a nossa Associação.

Sejam todos bem-vindos às águas do Paraguaçu, rio grande, no Recôncavo da Bahia, nesta primavera de 2010, com a certeza de que para nós foi uma honra presidir a ANPAP, durante este biênio 2008/9 – 2009/10, nos quais houve uma confluência entre mudanças e permanências reproduzidas e/ou modificadas com base na grandeza, mas sobretudo na memória, do que constitui a Associação Nacional de Pesquisadores em Artes Plásticas.



Primavera 2010

Maria Virginia Gordilho Martins (VigaGordilho)
Presidente da ANPAP

Maria Herminia Olivera Hernández
Vice-Presidente


-